Especial 61 ONLINE RM - Facebook Todas edições-apresentação-demo Assine Magnum REVISTA 139 BANCAS Revista Magnum 131 online Revista 129 nas online Revista Magnum 130 online

É com prazer que apresentamos a revista MAGNUM!

MAGNUM é uma Revista dedicada ao universo das Armas de Fogo. Aborda Colecionismo, Tiro Esportivo, Munições, Recarga, Balística e Legislação pertinente ao assunto. Além de abordar Arqueiria, Caça, Cutelaria, promover entrevistas com pessoas ligadas a cada um desses setores e cobrir lançamentos de novos produtos - no Brasil e no mundo -, buscando estimular seus Leitores ao trânsito saudável, consciente e responsável através desses temas.

Confira abaixo 5 Edições Completas para Assinantes MAGNUM

Edição 105 - Ano 17 - Abril/Maio 2009

blog post image

Editorial

A ilusão do desarmamento

A completar 05 anos neste 2009 que praticamente se inicia, o Estatuto do Desarmamento reproduz fielmente um velho ditado popular: O tempo é o senhor da verdade. Quando o populista governo resolveu promover legislação restritiva de direitos constitucionalmente assegurados, muitos se manifestaram, ações de inconstitucionalidade foram ajuizadas, predominando exclusivamente o poder, a força política que ironicamente foi fortemente utilizada em prejuízo do povo, dos cidadãos honestos que viram e sentiram o cerceamento do direito à propriedade, do direito à segurança e do próprio direito à vida. Não foram suficientes os nefastos exemplos demonstrados: Grécia antiga, em 430 aC; Turquia, de 1911 a 1917; Rússia de Stalin, em 1917; União Soviética, de 1929 a 1953; China, de 1948 a 1952; Alemanha, de 1938 a 1944; Uganda, de 1971 a 1979; Camboja, de 1975 a 1977; países em que seus governantes, sob a enganosa bandeira do desarmamento, promoveram famigerados massacres humanos.

Por outro lado, de nada valeu a comprovada e fartamente demonstrada experiência negativa de países como Austrália, Canadá, Inglaterra e Jamaica, que optaram pela política do desarmamento e terminaram por absorver significante majoração dos índices de criminalidade e violência. Razões de soberania nacional como o sucateamento da indústria bélica nacional, a colocação brasileira de 3º lugar como vendedor de Armas Curtas nos EUA e os problemas estratégicos de cunho militar e policial da legislação foram relegados. A perda de 100 mil empregos diretos proporcionados pela indústria bélica brasileira; e respectivos tributos, também não foram considera dos.

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição 76 - Ano 13 - Dezembro/Janeiro 2002

blog post image

Editorial

Pronto! Está inaugurada uma nova Era, marcada por imprevistas ações: terror istas lançam três aviões contra edificações norte-americanas, duas delas representando o poderio econômico estadunidense, e a outra seu poderio bélico...e, para tudo isso, foram utilizadas simples lâminas - de barbear, facas, navalhas, não impor ta. O fato é que eram lâminas.

Garantimos que par te da imprensa mundial - notadamente a de nosso país - ficou frustrada por não poder atribuir a Armas de Fogo a pecha de terem sido as ferramentas utilizadas pelo terror.

Continua...

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição 102 - Ano 17 - Abril/Maio 2008

blog post image

Editorial

“Congelando” a corrente da legalidade ou para- pa- pa- pa- pa- pa- pa- pa-tim-BUM!

Sob tal título - que a princípio pode parecer enigmático - resolvemos criar mais um editorial no qual se enfoca o fato de que a perseguição a nós, amantes das Armas de Fogo registradas e legais, volta a recrudescer.

Ora, como não foi possível a vitória legal no malfadado referendo, o Governo quer agora ganhar no “tapetão”, ou seja, criando todo tipo de entrave jurídico para tentar sepultar o que a vontade do Povo deixou bem explícito nas urnas!

Afinal, 64% de uma população inteira votaram a favor da manutenção da venda de Armamento e Munição legalmente; e agora observamos uma nova leva de “ legislo-fuçadores” buscando por subterfúgios que visam remover, de nós, direitos adquiridos e endossados por um Referendo que eles mesmos criaram.

As desculpas variam desde as mais simples / bisonhas até aquelas que conseguem agredir nosso intelecto como, por exemplo, as famosas falácias referentes às fontes de abastecimento de armas da marginalidade...

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Edição Especial - Ed. 47 - Pistolas Nº 6

blog post image

Editorial

Como sabemos que uma das predileções de nossos Leitores sempre foram estas Armas Curtas que denominamos pistolas, decidimos lançar mais este Especial – uma compilação de várias armas, as quais originaram inúmeras cartas, faxes e, mais atualmente, e-mails daqueles que nos acompanham ou que apenas há pouco tempo também passaram a ser verdadeiros seguidores de MAGNUM e que, por tal razão, não puderam acompanhar algumas das reportagens ora elencadas nestas páginas.

Assim, seja por terem perdido algumas das edições passadas ou, ainda, por desejarem terem mãos os dados e características de várias pistolas que marcaram época (e muitas ainda marcam!), reunimos aqui aquelas que estão entre as mais significativas sob qualquer ponto de vista – seja História, funcionalidade e até mesmo acabamento, traduzido pelo emprego de variados materiais.

Nesse rol incluímos verdadeiros “monstros” do Mundo das Armas Curtas, tais como aDesert Eagle em calibre .50 AE, a imorredoura Walther PP, a sempre presente CZ – neste caso enfocando o Modelo 75 -, duas SIG-Sauers, uma moderna Walther (a P5), a HK USP no alternativo calibre 9 mm P e, como não poderia faltar àqueles que julgam ser, atualmente, o polímero a resposta definitiva às demandas de baixo custo e boaportabilidade por seu menor peso, uma Glock (Modelo 26).

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line

Revista Magnum Edição 125

blog post image

Editorial

Fumaça de boas mudanças

E lá se vão quase 30 anos que li pela primeira vez uma edição desta Revista, mais especificamente a de número três e lá, como já escrevi antes, estava a primeira fagulha da luta contra o desarmamento e contra as restrições à liberdade de possuir e portar Armas de Fogo em um editorial onde, ficticiamente, um pai deixava para seu filho uma arma e pedia para ele segredo até mesmo aos seus entes e amigos mais próximos. O que era ficção, e por muitos foi tido como alarmismo, chegou muito perto de acontecer nas décadas seguintes. Em 1997 o porte de armas foi transformado em crime e criaram-se várias outras restrições na sequência. Em 2005, com o malfadado estatuto do desarmamento e em seu rastro ideológico mais restrições também aos Atiradores Esportivos, aos Colecionadores, aos Caçadores - e até mesmo aos Agentes de Segurança Pública e Defesa Nacional...

Em quase 30 anos associações foram criadas, publicações foram lançadas, pessoas embarcaram nessa batalha, porém vários desistiram: muitos foram abandonando a luta, desmotivados e cansados, ninguém pode culpá-los. Fico realmente feliz ao - neste exato momento - perceber que estou escrevendo o editorial para uma Revista que lá estava, quase três décadas atrás, e continua aqui! Não tenho dúvidas que o esforço envolvido foi sobre-humano, quase um milagre!

Edição Completa
Edição Completa
Assine a Revista Magnum On-Line